22/12/2016

78º Resenha: Ouro Preto e Outras Viagens


Livro: Ouro Preto e Outras Viagens
Escritor: Edson Amaro
Páginas: 138
Editora: Fragmentos
    Sinopse: Em " Ouro Preto e Outras Viagens" percebemos que a obra se desenvolve como uma cidade, em que cada poema fosse uma rua ou praça, ruas e praças que se agrupassem por bairros, com tudo que os bairros contém: homenagens e protestos, esperanças e indignações - tudo montando uma grande paisagem simbólica. Toda leitura é uma viagem. 




    Olá pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje vou apresentar a vocês o livro “Ouro Preto e Outras Viagens” do escritor Edson Amaro, que contem 136 páginas e foi lançado pela nossa parceira a editora Fragmentos.




   O livro é divido em “Seis livros”, o Livro primeiro: Dos Haicais, Livro segundo: Das Trovas, Livro terceiro: Dos Sonetos Italianos, Livro quarto: Dos Sonetos Ingleses, Livro quinto: Dos Cordéis e Livro sexto: Versos livro.













































    "À ESPERA DE VOSSA ALTEZA”

Á espera desses teus olhos castanhos
Doces, agudos, lindos, penetrantes
Como  sóis, preciosos diamantes, 
Antegozo mil êxtases estranhos.
Tu vens! E me palpita inquieto o peito
E todo meu ser se abre à tua espera
Qual jaula de faminta besta fera
Que se doma com afagos e com jeito...
Tu vens! E o sol se encolhe no seu caminho
Pela tua branca pele intimidado:
Como impune reinar posso a teu lado
Se teus raios de longe já adivinho?
Tu vens e me verás solo crestado,
Seco por ter teu beijo desejado..."


   São poesias leves e fácil compreensão que aborta diversos assuntos. E como a própria sinopse ressalta, a obra se desenvolve como uma cidade, em que cada poema fosse uma rua ou praça, ruas e praças que se agrupassem por bairros, com tudo que os bairros contém: homenagens e protestos, esperanças e indignações, fazendo com que o leitor consiga viajar em cada poema lido.

  A edição é simplesmente espetacular, a capa está linda e com certeza é uma bela obra para ter na cabeceira da cama para se ler um poema por noite.

























“COMMONWEALTH”

"Teu beijo me interrompe a solidão
Nesta noite de amor e sonho breve
E percorro teu corpo de alva neve
Qual fosses tu colônia de paixão.
Mas não sou rei! Sou súdito leal.
Venero teu retrato, aqui distante,
Com zelos de devoto, louco amante
Que espera do desejo a nau real.
Distante Canadá, pequena Austrália
São meu corpo e meu peito consagrados
À tua real pessoa, necessitado
Do raro caminhar de tua sandália.
Qual país em que reinas, jazo, amor,
Esperando tua neve e teu calor."


 
  O livro é um presente valioso e recomendo a leitura para todos aqueles que gostam do gênero.

 Gostaria de agradecer a “Editora Fragmentos” por ter me enviado a versão física para resenhar e por ter me feito curtir uma viagem com uma ótima leitura.

  Espero principalmente que vocês tenham gostado da Resenha e que lhe tenham interessado á ler um dia livro “Ouro Preto e Outras Viagens”.




→Segue abaixo a rede social da Editora Fragmentos

→ Site: http://www.editorafragmentos.com.br/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário